Dicas de harmonização com sommelier Gustavo Pádua, além de boas compras com tintos e brancos da região alentejana

CVRA – Comissão Vitivinícola Regional Alentejana para comemorações para dia da páscoa , convidou o sommelier Gustavo Pádua, que é consultor de vinhos do Hotel Fasano de Belo Horizonte( embaixador dos vinhos do Alentejo no Brasil.), para que harmonizasse algumas receitas clássicas dessa época festiva, com vinhos produzidos na região única do Alentejo.
Para ajudar na harmonização, o chef Fabio Jobim, do Hotel Fasano de Belo Horizonte criou algumas receitas tendo como base pratos clássicos dessa época e que podem ser recriados em casa ao gosto, como Bacalhau, frutos do mar, massa, sobremesa de chocolate, entre outros.

A seguir, ideias de pratos, dicas de vinhos produzidos por algumas vinícolas do Alentejo (disponíveis nas principais lojas e com preços sob consulta); e nota do sommelier Gustavo sobre as harmonizações
Para uma entrada leve, como um Carpaccio de Polvo com Palmito e Rúcula Selvagem, a dica é o vinho Fado Siria-Arinto-Viognier Alentejo Branco 2018 (importado pela Casa Rio Verde). “É um vinho fresco, leve e de grande elegância. Um belo cartão de visita do que podemos esperar dos vinhos feitos na região de Portalegre.”

Outra entrada, como Creme de Feijão Branco com Cotechino, pede um Vinho branco Monte da Capela Bi Varietal Premium Antão Vaz – Arinto 2017 (importado por Irmãos Seguso). “Um branco encorpado, untuoso e de personalidade forte! Todo volume que o calor escaldante da sub-região de Moura pode entregar ao seu vinho está aqui!”

Bacalhau

Lombo de Bacalhau na Brasa com Vegetais Tostados harmoniza perfeitamente com o Vinho tinto Cortes de Cima Dois Terroirs Tinto 2014 – uvas: Aragonez – Syrah – Pinot Noir / Vidigueira V.R. (importadora Adega Alentejana). “Um tinto leve com muita fruta e elegância. Entrega todo o frescor típico dos ventos frios da Vidigueira, por todo este frescor e elegância arriscaria este tinto com Lombo de Bacalhau.”

Pappardelle com Ragu de Pato casa bem com Vinho tinto José de Sousa 2017, uvas: Grand Noir – Trincadeira – Aragonez / Reguengos de Monsaraz V.R. (Importadora Decanter). “Um retrato fiel da região de Reguengos. Além de utilizar uma porcentagem considerável da uva Grand Noir, uma uva local dificilmente encontrada em outras regiões, é um vinho que fermenta em talha da mesma forma feita há centenas de anos. Em seguida, estagiou por um curto tempo em barrica para “domá-lo”! – frutas negras, notas terrosas e especiarias prevalecem neste vinho.”

Mousse de Chocolate com Herdade dos Coteis Grande Escolha Tinto 2017 com as uvas Touriga Nacional – Syrah / Moura V.R. (Importadora Supermercado Verdemar). “Uma harmonização inusitada, já que não se trata de um vinho de sobremesa. Mas este exemplar da sub-região de Moura apresenta uma glicose residual bem evidenciada no auge dos seus 16% de álcool, tudo isso devido ao calor escaldante de Moura. Vale a experiência!”

www.vinhosdoalentejo.pt

Compartilhe nas redes sociais!

0 Comments Join the Conversation →


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *