No mês de Junho CVRPS promoveu degustação de Vinhos da Península de Setúbal (Portugal), e contou com presença do Jorge Lucki, que conduziu a degustação dos vinhos no Rooftop Berrini em São Paulo.

A Penísula de Setúbal e uma importante região produtora de vinhos de Portugal: “Protegida da influência do mar pela Serra da Arrábida, esta região alberga dois tipos de vinhos completamente diferentes entre si. O Setúbal é um vinho licoroso elaborado principalmente com a casta Moscatel de Setúbal. Algumas versões, mais raras, utilizam a casta tinta Moscatel Roxo. Os Palmela são vinhos secos, feitos predominantemente com as castas brancas Fernão Pires, Moscatel e Rabo de Ovelha e as tintas Castelão (largamente dominante), Alfrocheiro, Bastardo e Trincadeira. Variedades francesas como Chardonnay, Syrah, Cabernet Sauvignon, etc.. também integram os cortes de alguns vinhos ou são apresentadas em “monovarietais”. Fonte: ICEP e ANDOVI”

Veja alguns do nossos destaques

Adega Pegões Colheita Seleccionada Branco 2017 I.G. Península de Setúbal – sua composição Antão Vaz (30%), Verdelho (30%), Chardonnay (20%) e Arinto (20%) – Importador: Vinhos do Mundo , vinhas velhas, mais 60 anos seu bâtonnage de 4 anos aromas. frutado, frutas brancas maracuja, pêssego, lima, com nota florais , no gustativo , fresco, leve, boa acidez, cremoso com toques picante final persistente
Camolas Selection Reserva 2018 DO Palmela – Variedade: Moscatel Galego
Vinho fácil de beber, aromático , frutas cítricas pêssego, abacaxi com toques florais, . No paladar, fresco, boa acidez, final cítrico e gastronômico

Quinta do Brejinho da Costa Reserva 2015 I.G. Península de Setúbal –  Sua Composição  Arinto, Alvarinho e Encruzado – Importador: Buena – Vinho aromático , frutas secas , tostado . No gustativo , complexo, bom volume de boca, mineral com toque salino .boa acidez , fresco, final marcante e mineral excelente vinho

Fernão Pó ASF DOC Palmela 2016 sua composição Castelão (72%), Merlot (10%), Touriga Nacional (10%) e Tannat (8%) . este vinho foi envelhecido por doze meses em barricas novas de carvalho de diversas origens. Vinho tinto seu aromas de fruta vermelhas em compota com toques de pimenta verde , na boca médio corpo , taninos macios, fácil de beber final longo
Periquita Superyor I. G. Península de Setúbal 2015 sua composição : Castelão (96%), Cabernet Sauvignon (2%) e Touriga Francesa (2%) – Importador: Interfood – vinicola familiar com 6 geração , envelhecido por 10 meses de barrica de carvalho francês aromas , aroma frutas negras , com especiarias , pimenta negras , toques defumado. Paladar, bom volume de boca, complexo , taninos presentes , boa acidez, vinho de guarda.

 

Venâncio Costa Lima 4a. Geração I. G. Península de Setúbal 2014 , produção familiar na 4 geração sua composição : Castelão (70%) e Syrah (30%) envelhecido em barricas carvalho francês , vinho aromático, frutado com toques de especiarias e chocolate .. No paladar, vinhos estruturado. boa acidez, taninos elegantes , fresco final frutado e herbáceo.

Sivipa Serra Mãe Reserva D. O. Palmela 2016 – 100% Castelão – vinhas velhas , sua fermentação em depósitos de cimento , passagem talhas de barro lhe garante esse perfil fresco, envelhece durante 10 meses em barricas de carvalho francês (80%) e americano (20%), vinho aromático frutas negras em compota, amora preta, especiarias, terroso , toques leve de menta , na palato médio corpo, complexo, taninos elegante, fresco, boa acidez, picante , muito bom

Herdade da Comporta Parus Reserva I.G. Península de Setúbal 2016 sua composição Alicante Bouschet (50%) e Castelão (50%) envelhece por 18 meses em barrica de carvalho francês, aromático frutas negras , no palato médio corpo : suculento, intenso, acidez equilibrada, vinho de guarda, promete.

Palácio da Bacalhôa I.G. Península de Setúbal 2014 sua composição Cabernet Sauvignon (60,5%), Merlot (36,2%) e Petit Verdot (3,3%) – Importador: Portus , sua fermentação em barricas de carvalho novas, envelhece por 18 meses em barrica de carvalho francês e mais 19 meses em garrafa,
Seu aroma de frutas negras, com toques de, especiarias , ligeiro tostado. No paladar , encorpado No palato frutado ,taninos macios, boa acidez . final longo vinho de longa guarda , vinho mais caros do painel mais r$ 500,00

Adega de Palmela Moscatel de Setúbal 10 anos D.O. Setúbal – Álcool: 19% – Blend de várias colheitas mínimo dez anos., envelhecido em barricas de carvalho usadas Seu aromático, frutas em compota, caramelo , damasco, nozes e favo de mel , no palato , boa acidez fazendo fresco, complexo, elegante , delicado e de longa persistência

Quinta do Piloto Moscatel de Setúbal 10 anos Superior D. O. Setúbal – série numerada Álcool: 17% – envelhecido em barricas de carvalho de 100 litros , aromático , complexo, notas florais, cítricos e mel. No palato , fresco, elegante , doce, concentrado, boa acidez . vinho delicioso.

Casa Ermelinda Freitas Moscatel Roxo de Setúbal Superior D. O. Setúbal 2010 – Álcool: 18,5% – trata-se de uma uva rara , passa 6 anos em madeira , Aromas frutado, fresco, com toques de caramelo , nozes, avelãs Na boca, complexo, concentrado , elegante, macio, boa acidez, final bastante longo vinho empolgante , em 2009 foi uns dos vinhos mais premiado na Europa .

Compartilhe nas redes sociais!

0 Comments Join the Conversation →


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *