Com uma festa luxuosa na noite passada, 21 de maio, a Moët & Chandon apresentou seu restaurado Château de Saran, uma joia arquitetônica na exuberante paisagem de Champagne, orgulhosamente inaugurada a tempo de sediar uma celebração espetacular marcando o 150º aniversário do Moët Imperial.

 

O  icônico champagne da Maison, em torno de uma experiência culinária única e aperfeiçoada por dois chefs com três estrelas Michelin.
Por dois séculos, o Château de Saran reinou sobre os vastos vinhedos de Moët & Chandon. Localizado na Côte de Blancs com vista para as vinhas de Chouilly e em frente ao o icônico Loge Montaigu, o Château de Saran é uma propriedade da Maison desde 1801. Antes uma casa de caça, transformada em residência familiar, o Château recebe hóspedes desde 1960 para saborear a hospitalidade da Maison. Remodelado e renascido hoje como um luxuoso “Château de Famille”, o Château de Saran está destinado mais uma vez a se tornar o local de celebrações festivas, onde convidados de honra da Maison.


Algumas das estrelas mais brilhantes de Hollywood como Natalie Portman e Uma Thurman, a ícone de estilo Kate Moss, o ator britânico Douglas Booth e o socialite internacional Derek Blasberg foram algumas das celebridades que marcaram presença no evento. A Maison recebeu celebridades, embaixadores da marca e amigos da Maison que viajaram à Champagne para uma noite especial que brinda a reabertura do restaurado Château de Saran e marca o memorável de 150 anos na jornada de Moët Impérial.
Roger Federer, embaixador da Moët & Chandon desde 2012 e uma verdadeira lenda do tênis com um histórico inigualável de sucessos na carreira, também esteve presente para homenagear pessoalmente o champagne da Maison e compartilhar os holofotes, como dois ícones globais de elegância e sucesso, com Moët Impérial.

 

Moët & Chandon.
Para homenagear o 150º aniversário da Moët Impérial, nascida em 1869, a Moët & Chandon dispôs de seu champanhe mais emblemático para ser servido durante toda a noite. Novas garrafas comemorativas de edição limitada com o brut de assinatura da Maison refletem um estilo distinto de champanhe definido por seu frutado brilhante, seu paladar sedutor e sua maturidade elegante, todas as características distintas das misturas Moët & Chandon.
Após um elegante coquetel no Château, um jantar comemorativo foi servido em uma estrutura espelhada especialmente projetada para refletir a beleza espetacular dos vinhedos da casa. A refeição foi preparada com os talentos culinários únicos de Yannick Alléno, chef francês e embaixador da marca, desde 2014, com três estrelas Michelin, e com a arte de Dominique Crenn, co proprietário e chef de cozinha no restaurante, com três estrelas Michelin, Atelier Crenn, em San Francisco.

Compartilhe nas redes sociais!

0 Comments Join the Conversation →


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *