BVLGARI inaugura exposição Tributo ao Feminismo no Museu do Kremlin em Moscou

A BVLGARI inaugurou no dia 7 de setembro, sua primeira exposição no Museu do Kremlin em Moscou, Rússia, a “Tribute to Femininity”.
É uma retrospectiva da marca e celebra a feminilidade. É a primeira vez que o Museu realiza um evento como este.
As joias da Maison contam mais de 130 anos de história e a exposição apresenta peças de alta joalheria e coleções privadas do mundo todo. Há joais icônicas e famosas como as esmeraldas de Elizabeth Taylor, presente de Richard Burton e o colar de safiras, esmeraldas, rubis e diamantes de Carmen Mayrink Veiga, entre muitas outras peças cheias de quilates e histórias.

“Tribute to Femininity”, anunciou a doação da joia histórica Monete Heritage ao acervo permanente do museu.

A peça produzida em ouro Bizantino de três cores, moedas históricas e diamantes, é de 1978. O colar tem ao centro duas moedas antigas famosíssimas, a Asolidus e a Argenteu de Constantiues II, imperador romano que reinou entre 323 e 361 antes de Cristo.
A joia fará parte do acervo permanente no museu.

Junto à ela, até o dia 13 de janeiro, os visitantes poderão ver 500 peças da coleção de alta joalheira da BVLGARI. Entre as joas, as famosas esmeraldas de Elizabeth Taylor e até um colar de safiras e diamantes que pertenceu à socialite brasileira Carmen Mayrink Veiga.

A exposição fica em cartaz até 13/01/2019.
Local: Moscow Kremlin Museums
#tributetofemininity

Compartilhe nas redes sociais!

0 Comments Join the Conversation →


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *